Entrevista de Zack Dunlap depois de declarado com morte encefálica pelos médicos

__

O vídeo está legendado e a tradução dos diálogos estão a seguir:

Apresentador: -…notável jovem de 21 anos do estado de Oklahoma que voltou do mundo dos mortos.
Apresentador: – Nossa correspondente nacional Natalie Morales tem a sua incrível história. Natalie…?
Apresentadora: – Oh, Matt! A história de Zack Dunlop é certamente uma que eu nunca vou esquecer!
Apresentadora: – Dizer que havia apenas uma em um milhão de possibilidades para o que ocorreu com ele é ainda uma estimativa muito precária.
Apresentadora: – Realmente não existem avaliações estatísticas para o que ocorreu com Zack!
Apresentadora: – Quanto à sua família, esta foi uma tragédia que se transformou em um real milagre de vida…
Narradora: Zack Dunlap gostava de dirigir quadriciclos motorizados com seus amigos até novembro último (2007), quando ele perdeu o controle na estrada e saltou do veículo, batendo a cabeça contra o asfalto.
Narradora: O prognóstico não poderia ser pior! Sem evidências de atividade encefálica (cerebral), as autoridades de Ocklahoma foram notificadas de que Zack havia falecido.
Narradora: Tentando suportar as terríveis notícias, seus pais deram consentimento para que seus órgãos fossem doados.
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Queríamos nos assegurar que alguma pessoa afortunada conseguisse sobreviver com o coração de Zack…
Narradora: Com o helicóptero enviado pela equipe de captação de órgãos próximo de pousar, os familiares de Zack juntaram-se para a despedida final…
Narradora: …incluindo-se entre eles, sua amorosa avó…
Sra. Naomi (avó de Zack): Nós nos reunimos afinal para rezar em volta de Zack…
Apresentadora: O que a senhora pedia?
Sra. Naomi (avó de Zack): Apenas um milagre… Ele era jovem demais para que Deus o levasse… Não era a hora…
Narradora: Os primos de Zach – Dan e Christie Coffin (ambos enfermeiros) pensavam da mesma forma.
Narradora: Por essa razão, Dan decidiu passar a lâmina de seu canivete na planta do pé de Zack.
Daniel Coffin (primo de Zack): – O pé de Zack saltou da minha mão!
Narradora: Então Dan colocou a unha de seu dedo embaixo da unha de Zack.
Daniel Coffin (primo de Zack): – Em resposta, Zack moveu puxou o braço assim, afastando-o de mim.
Apresentadora: – Então, ele fisicamente moveu o braço sobre o
corpo…
Daniel Coffin (primo de Zack): – Para o outro lado do corpo!
Christine Coffin (prima de Zack): – Uuhh!! Eu senti um tipo de estremecimento dentro de mim mesma…entende? E disse: Oh, meu Deus!
Narradora: Quanto aos pais de Zack…
Pamela e Douglas Dunlap (pais de Zack), em coro: – Nós saímos do… pior momento possível… para… Oh, meu Deus!
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Nosso filho está vivo!!
Apresentadora: – Eu imagino, porém, que vocês não estão colocando ainda as suas esperanças em um nível muito alto…
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Ainda estamos muito cautelosos…
Apresentadora: – …porque ainda não sabem como ele vai ficar!
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Nós não tínhamos idéia do que estávamos… presenciando.
Narradora (enquanto Zack é filmado em coma com o olhar fixo no “nada”): Mas quando alguém poderia ter certeza de que Zack poderia tornar-se algo mais do que um paciente com severas lesões cerebrais?
Narradora (enquanto Zack é filmado em fisioterapia): Essa resposta veio nas semanas e meses que se seguiram.
Narradora (enquanto Zack é filmado em fisioterapia): Zack pôde acordar e então comunicar-se.
Narradora (enquanto chega uma caravana de carros trazendo Zack que é então filmado abraçando familiares): Quarenta e oito dias depois do acidente que quase lhe tirou a vida, Zack voltou para casa para receber as boas vindas de um herói.
Apresentadora: – E esta manhã nós temos a sorte de ter conosco o próprio Zack e seus pais Doug e Pam, e sua irmã mais jovem, Kacy! Bom dia a todos vocês! É ótimo ter vocês aqui mais uma vez!
Zack e sua família: Obrigado!
Apresentadora: – Como está se sentindo? Você parece ótimo!
Zack: – Sinto-me bastante bem, mas… Isso é difícil!
Apresentadora: – Parece que toda a vez que eu o vejo, há essa aparência de volta aos seus olhos, você tem aquele brilho de volta!
Apresentadora: – Você está realmente de volta ao caminho da recuperação!
Zack: – Sim, mas simplesmente não tenho paciência…
Apresentadora: – Você não tem paciência… Quer se recuperar imediatamente.
Zack: – Sim.
Apresentadora: – Você se lembra do que aconteceu, levando ao acidente, ou em qualquer ocasião logo após?
Zack: – Tudo o que eu me lembro… bem pouquinho… é a respeito do que ocorreu cerca de uma hora antes de ocorrer o acidente.
Zack: – Além disso, eu me lembro do que ocorreu cerca de 6 horas antes do acidente. Sobre isso, eu lembro de que nos reunimos na igreja após as orações…
Zack: – É só isso…
Apresentadora: – Uma coisa que você me disse, que você realmente recorda, é que você parece ter tido uma lembrança do tipo “fora do corpo”, ou quase isso, é que…
Apresentadora: – …você ouviu os médicos o declararem morto. Você ouviu isso, não é verdade? Qual foi a sua reação? O que você ouviu?
Zack: – Fico contente por não ter conseguido levantar e fazer o que eu queria fazer.
Apresentadora: – Você queria fazer o quê? Levantar-se e sacudi-los, dizendo, “Eu ainda estou vivo!”?
Zack: – Provavelmente haveria uma janela quebrada por onde eles seriam jogados.
Apresentadora: – Ha, ha, ha…!
Apresentadora: – Pam, você vê o seu filho aqui, quase 4 meses após o que aconteceu. E quando você pensa a respeito do que você suportou – algo impossível de imaginar-se…
Apresentadora: – Na segunda-feira você assinou a autorização para que os órgãos pudessem ser doados, e 4 horas depois foi-lhe dito “Aguarde! Tudo está suspenso: Ele está vivo!”
Apresentadora: – Você pode me levar até aquele momento?
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Aquele foi o sentimento mais milagroso. Como dissemos, nós saímos da pior emoção possível que um pai ou uma mãe pode sentir para…
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – …o alto das montanhas outra vez.  Quero dizer, foi…ahh…
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Nós estávamos ainda muito cautelosos porque…queríamos saber qual seria o prognóstico.
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Mas apenas receber as palavras com o significado de que ele permaneceria conosco foi alguma coisa que eu vou lembrar para sempre.
Apresentadora: – Doug, como você disse, não existe falha aqui, você não está culpando quem quer que seja, o hospital ou qualquer coisa, pelo que aconteceu, certo?
Apresentadora: – Você viu aqueles testes, certo? O que eles indicaram para você?
Douglas Dunlap (pai de Zack): – Que não havia qualquer atividade, nenhum fluxo sangüíneo…
Apresentadora: – Nenhum fluxo sangüíneo no cérebro.
Douglas Dunlap (pai de Zack): – Certo.
Apresentadora: – Então…você estava pronto para dizer adeus a seu filho naquele momento.
Douglas Dunlap (pai de Zack): – Não o queríamos como um vegetal, sabe…Ahh… Nós não sabíamos como iria ser no futuro…
Douglas Dunlap (pai de Zack): – Mas eles disseram que ele estava com morte encefálica e…que não haveria vida, e assim…
Douglas Dunlap (pai de Zack): – …nós estávamos nos preparando… e…
Douglas Dunlap (pai de Zack): – Zack sempre foi um doador, e… ele sempre quis ter certeza a respeito do futuro…de que as coisas continuassem no seu rumo, e…
Douglas Dunlap (pai de Zack): – Ele não queria desistir… e nós não queríamos que seus órgãos “desistissem” também… e nem ele queria.
Apresentadora: – Então você estava pronto para permitir que alguém  mais pudesse continuar vivendo…
Douglas Dunlap (pai de Zack): – Certo!
Apresentadora: – …com os órgãos do seu filho.
Apresentadora: – Kacy, enquanto isso… Eu sei que a sua avó, Naomi, como vimos, ela estava orando por um milagre. Toda a cidade, na verdade, estava orando por este milagre.
Apresentadora: – Você acha que foi realmente isso que funcionou? Você acha que essa é a razão pela qual seu irmão está sentado aqui?
Kacy (irmã de Zack): – Sim, acredito!
Apresentadora: – E você acredita em seus próprios olhos? Você se belisca todas as manhãs ao ver seu irmão?
Kacy (irmã de Zack): – Ha, ha, ha…
Apresentadora: – Você belisca seu irmão em vez de você mesma para ver se ele ainda está aqui?
Kacy (irmã de Zack): – Sim! Ha, ha, ha…
Apresentadora: – Pam, eu não posso sequer começar a imaginar como cada dia tem sido para você agora, quero dizer, nessa caminhada para a recuperação.
Apresentadora: – Eu sei que ele está recuperando a memória. Como ele está indo? Quais são as coisas contra as quais ele ainda vai ter de lutar?
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Ele está indo surpreendentemente bem! Mas, você sabe, ele realmente tem ainda muitos problemas de memória, e… realmente, leva um longo tempo para que o cérebro possa se regenerar a partir de uma lesão traumática como essa…
Apresentadora: – Foi uma lesão catastrófica, não foi?
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Foi! E pode levar um ano ou mais antes que ele se recupere completamente.
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Mas, tudo bem! Não importa quanto tempo leve! Nós já estamos todos tão agradecidos e nos sentimos abençoados por tê-lo aqui entre nós!
Apresentadora: – E vocês o estão ajudando em cada passo da
caminhada…
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Sim!
Apresentadora: – Vocês estão tentando estimular recordações, tentando trazer de volta a memória?
Pamela Dunlap (mãe de Zack): – Sim, fazemos isso. Nós falamos a respeito de coisas que ele costumava fazer quando era mais jovem. E ele recorda muito dessas coisas.
Pamela Dunlap (mãe de Zack): Algumas dessas coisas poderíamos preferir que ele não lembrasse.
Apresentadora: – Sim. Bem, eu sei que você está querendo voltar a dirigir. Isso é verdade?
Zack: – Eu tenho vontade de voltar a dirigir desde o dia em voltei da
cidade de Wichita. (o United Regional Healthcare System, onde a morte de Zack foi
anunciada se localiza em Wichita Falls, Texas)
Apresentadora: – Ah, é mesmo? Mas você não pretende voltar a dirigir nenhum quadriciclo motorizado, não é?
Zack: – Não sem capacete!
Apresentadora: – Ha, há, ha! Nesse momento você tem algo com você. Você traz aquele canivete com você?
Apresentadora: – Quando você olha para esse canivete, você pensa sobre o símbolo que esse objeto representa para você? Esse foi o canivete que Christie e Dan, seus primos, passaram na sola do seu pé.
Apresentadora: – O que você pensa ao olhar para esse objeto?
Zack: – Isso me torna grato. Sinto-me agradecido pelo fato de que eles não desistiram.
Apresentadora: – Graças a Deus, certo?
Zack: – Não deixem os bons morrerem tão cedo!
Apresentadora: – Ha, há, ha!
Zack: – Temos que continuar!
Apresentadora: – Uau! Você está ótimo! Estamos muito contentes pelo fato de que você está tão bem!
Apresentadora: – Zack, Doug, Pam e Kacy, foi muito bom ter todos vocês aqui. Muito obrigado!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: