Amanda Gurgel – Entrevista no Programa do Faustão com comentários nossos

__

Amanda Gurgel menciona, além de diversos outros assuntos graves do ensino no Brasil, que “ensina os alunos defenderem seus direitos” e, portanto, deve mostrar também fazer aquilo que ensina.

No Brasil, mesmo pessoas informadas e com acesso à cultura não valorizam o significado que tem a atitude decisiva de defender e ensinar a defender seus direitos. Quem trabalha com o Direito sabe que os direitos deixarão de existir, SE não forem EXIGIDOS.

Se os direitos forem pleiteados como favores, esperados como dádivas, eles deixarão de existir como DIREITOS e a responsabilidade será também de quem não aprendeu isto como uma questão básica de exercício de cidadania. O principal exercício de política não partidária é defender sua cidadania, defender seus direitos e, assim, conhecer aqueles direitos que lhes dizem respeito.

Os dois principais fatores para o desenvolvimento de um país são educação e saúde. Nenhum país conseguiu superar barreiras de crescimento e melhorar seu nível de vida sem priorizar educação e saúde.

No Brasil, todos sabem como a saúde vai de mal a pior, e ficaram sabendo recentemente que a proposta do Ministro da Educação é ensinar os alunos a falarem errado e considerar isto como “certo”.  Esta “política governamental” deste governo é a melhor forma de esvaziar a capacidade pensante de estudantes e de um povo. Fiz menção em um dos comentários enviados neste canal (You Tube  – biodireitobioetica) que governos não gostam de povo inteligente. Para o Brasil, isto continua valendo e sendo demonstrado em tudo que este governo faz, especialmente no âmbito da deseducação.

Celso Galli Coimbra
OABRS 11352
https://biodireitomedicina.wordpress.com/
***

2 Respostas to “Amanda Gurgel – Entrevista no Programa do Faustão com comentários nossos”

  1. anacleto Says:

    Basta observar a formação acadêmica de Fernando Haddad, Ministro da Educação desde 2005, para se ter a noção a que direção nosso país está tomando:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Fernando_Haddad

  2. Maria Aparecida Says:

    Também sou professora da rede pública estadual de São Paulo, fiz greve no ano passado de 23 dias, não tivemos a mídia do nosso lado, muito pelo contrário, a mesma mídia que agora dá destaque a esta professora não destacou os milhares de professores na avenida paulista, a não ser como fator de transtorno. Enfrento os mesmo problemas a 24 anos (falta apenas 01 para me aposentar) e, no momento, estou em gozo de licença prêmio apenas para estudar para a prova de mérito – infelismente a única maneira de eu progredir na carreira. Vale destacar que, neste mesmo momento, milhares de alunos estão com professores eventuais ou sem professores no Estado de São Paulo, porque o Sr. Paulo Renato fez uma lei onde, sómente é bom professor, aquele que tem oratória, saberes teóricos e, mesmo sendo um bom professor no dia a dia, tem que saber o que os grandes pensadores falam a respeito da educação. No ano passado, os professores que fizeram a dita prova eram, na sua grande maioria, recém formados, com toda a teoria na cabeça, diferentemente de mim que, com uma jornada de 33 aulas, não tenho tempo para estudar nem me interessa saber o que estes senhores pensam, pois de nada interferem no meu dia a dia, no meu saber-fazer.
    Vale lembrar ainda que, sómente 20% dos professores da rede que passarem nesta prova terão direito aos 25 % de aumento salarial. Mérito é isto? Qual o mérito de um professor que leciona a 24 anos, luta por seus direitos, gosta de sua profissão, domina conteúdos e salas superlotadas, é assíduo? Depende do que ele escreveu na prova, do tantos de acertos que obteve nas questõrs puramente fantasiosas e falaciosas.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: