Itália: alimentação vai ser cortada a doente em coma


A ordem do Supremo Tribunal italiano de desligar a alimentação artificial a Eluana Englaro, que está em coma há 17 anos, deverá começar a ser cumprida nas próximas horas. A mulher, de 37 anos, vai começar a receber menos alimentação pela sonda que a mantém viva e, com a ajuda de sedativos, vai morrer no espaço de uma a duas semanas. O Governo italiano está a correr contra o tempo e a preparar um decreto-lei com que pretende interromper esta medida, noticia a RR.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: